Nasceu em Aveiro em 1971, mas podia ter sido noutro sítio.

Apaixonou-se a sério, mas mesmo a sério, três vezes até hoje, sem contar com a Barbara Bain, que fazia de Helena Russell no Espaço 1999, por quem teve uma paixão durante a infância.

É adepto nostálgico do Beira-Mar e das selecções da Noruega e do Burkina Faso.

Jogou andebol no Centro Desportivo de São Bernardo.

Bacharel em Tecnologia da Comunicação Audiovisual, pelo Instituto Politécnico do Porto, em 1995.

Trabalhou, entre 1995 e 2012, como técnico audiovisual em várias empresas e locais, como a AMC - American Multicinemas e o Centro Multimeios de Espinho. Nesse âmbito, fez parte da equipa de instalação de cinemas em Portugal, Espanha, Hong-Kong e França, assim como supervisionou a exibição técnica de festivais de cinema como o Cinanima e o Fest.

Escreve por hobby e por dor. Publicou até hoje três livros que quase ninguém leu e mantém o blogue Nâo Compreendo As Mulheres desde 2006, este por ser um falhado total no Amor.

Tem também participações em várias revistas e jornais, como o Diário de Aveiro, Pontes & Vírgulas, Piolho ou A Voz de Deus.

É membro do projecto sonoro USDA - Underground Sound Division of Aveiro.

Foi prémio Ficção no famafest 2006 com o filme "A Cela Branca", do qual fez também uma vídeoperformance em Roma, no Linux Club.

Em 2008 cozinhou o primeiro Polvo À Lagareiro que foi elogiado por todos os presentes.

Frequentou várias formações paralelas, entre elas Fotojornalismo, HTML e Marketing.

É formador certificado de media e audiovisuais.

É sócio na empresa Outer Rim Works.

Vive na Bulgária desde Abril de 2016, onde trabalha, come, dorme e bebe cerveja.

 
Make a Free Website with Yola.